Rota da Tavirona

A Rota da Tavirona começa na antiga estação de trem. Seu percurso é o mesmo que realizava o desaparecido caminho de ferro, chegando ao fim na Ponte de Tavirona, que dá nome à rota, de onde podemos apreciar uma extensa panorâmica do Parque Natural de Marismas del Río Piedras y Flecha de Nueva Umbría.
Esta rota pertence à Via Verde Litoral. Em sua origem, começava em Gibreleón e terminava em Ayamonte, com um percurso de 49 quilômetros, passando por Cartaya, Lepe, La Redondela e Pozo del Camino.
A linha de ferro chegou às imediações de Lepe em 1931. Foi construída pelo Estado, iniciando o serviço de mercadorias no dia 14 de agosto de 1936, e de passageiros no dia 01 de agosto de 1940, este atendido por vagões de madeira e trens com locomotivas a vapor, até serem substituídos por ferrobuses em 1965.
Ao longo dos anos, os habitantes da área foram comprovando como o trem aumentava seu tempo de viagem e tinha horários pouco flexíveis, enquanto a estrada começava a povoar-se de ônibus que paravam em qualquer ponto do povoado. O destino do trem estava traçado. O fechamento definitivo das instalações de Mezquita a Ayamonte aconteceu no dia 27 de setembro de 1987.
O caminho é o antigo traçado ferroviário com piso de terra compactada, exceto em alguns trechos, e a dificuldade é baixa. Trata-se de uma trilha agradável para percorrer andando ou de bicicleta, ou para praticar esporte.
Este caminho é dotado de cercas de madeira, bancos e sinalização em todo seu percurso.